Arquivo para novembro, 2008

NÃO SE PODE ABRASAR O MUNDO COM UM CARVÃO APAGADO!!!

Posted in Formação on 25/11/2008 by Juliana

Quantos apóstolos vemos iludidos atravéz da história e estamos contemplando ainda hoje. Quiseram abrasar o mundo com um carvão apagado! É mais pelo sofrimento, pelo sacrifício, pela penitência e pela oração que se salvam os homens, do que por muito ativismo exterior. (Trecho do Livro, A infancia espiritual – Sta Teresinha do menino Jesus, por Ângelo R.Lucena)

              p                                                                                                   Certa vez estava meditando sobre este trecho do livro que fala do itinerário espiritual de Santa Teresinha do Menino Jesus, a infância espiritual, e comecei a pensar em como nos comportamos quando estamos a frente de algo na Igreja, ou quando fazemos parte de algo, seja um grupo de oração, movimento ou pastoral, etc.

             Quantas vezes agimos como este apóstolo que cita o livro, quremos abrasar o mundo com um carvão apagado. Esse “carvão”, na verdade, somos nós. Antes de querermos mudar o mundo com nossas idéias, projetos, é necessário que nosso interior esteja ardendo de amor por Jesus, esteja abrasado de boas intenções, inteções puras.

             E como muitas vezes nem percebemos que nossas inteções não são nobres, as vezes, nosso orgulho toma conta, e acabamos esquecendo que “somos nada”, que o que realmente importa, é que nossa vida, nosso testemunho resgate as pessoas para Deus, muitas vezes queremos pregar o evangelho, mas nós mesmos não o vivemos. Isto torna nosso testemunho hipócrita, fadado ao fracasso, ainda que as pessoas não percebam, Deus tudo vê, e é agrada-Lo que importa, um dia seremos julgados por nossas obras e nosso coração, nossas reais intenções. Às vezes nossa inteção não é ruim, mas esquecemos de nos questionar sobre o que nos MOVE, o que realmente nos MOTIVA, e é a falta desses questionamentos que nos levam para longe da pureza na inteção. Será que realmente faço as coisas por amor a DEus? será que o que me motiva é a vontade de fazer Jesus conhecido e amado por todos? Ou será que é simplesmente a euforia de fazer parte de “algo” ou o desejo de fazer algo grandioso??

          Muitas vezes esquecemos que antes de querer mudar o mundo, é preciso iniciar um processo de conversão, de mudança dentro de nós mesmos. Fazemos tanto barulho fora de nós, para tentarmos mudar os outros e esquecemos que antes é preciso que “EU” mude.

         O ativismo desequilibrado acaba apagando em nós os movimentos inspirados pelo Espírito Santo, ficamos tão ocupados em saber e planejar nosso próximo passo, a próxima pregação, o próximo show, a próxima missa, que esquecemos de deixar Deus agir em nós, esquecemos de cultivar a ação do Espírito, não rezamos direito, ou rezamos com pressa, ou até em nossas orações esquecemos de deixar Deus realmente falar, não jejuamos, não fazemos penitencia, não rezamos o terço, em fim, não cultivamos nossa Fé.

         Pensando nisso, cheguei a conclusão de que se eu não der um testemunho de vida de acordo com aquilo que falo e faço no meu ministério diante de Deus nada vale, pois Ele conhece meu coração, ainda que as pessoas não percebam nosso relapso, nossa falta de fé, nossa falta de oração, Deus sabe, e sente falta de nós.

         Deus sabe quando deixo de confiar na Sua providência! De que vale eu pregar o Jejum, a penitência e a oração se eu mesma não faço? De que vale que eu diga aos outros para confiarem em Deus, se quando eu tenho que mostrar a minha confiança, minha fé desaba??

         Somos seres humanos e não somos perfeitos, mas antes de pregarmos aos outros é necessário que preguemos a nós mesmo, porque de nada vale eu falar aos outros se eu mesma não acredito naquilo que prego.

         Deixar Deus ser Deus em nós requer confiança Nele, mesmo quando tudo parece perdido, pois é nessas horas que Deus age, enquanto estamos no controle, enquanto planejamos tudo Deus não pode agir, mas se saímos do controle, então Deus age.

         De nada vale minhas palavras se eu não cultivar em mim aquilo que quero pregar aos outros.É preciso que pratiquemos o jejum, a oração, a penitencia, mas de coração, para salvar almas, para atrair os homens à Deus, nossa inteção diante de Deus é que produz a conversão no coração da humanidade, se eu fizer tudo isso com um coração arrogante e orgulhoso que frutos eu colherei?

          Só Deus conhece verdadeiramente o nosso coração e é a Ele que prestaremos contas no fim da vida. Se jejuei, fiz penitencia, orei, fiz caridade, tudo isso depende da intenção e pureza do meu coração, e isso não é visivel aos homens somente a Deus!!

          Por isso peço a graça de hoje preocupar-me somente em agradar a Deus, pois o que é loucura aos homens é sabedoria diante de Deus, que Ele me conceda a graça de sumir diante dos homens, que minhas ações sejam sempre ocultas aos olhos humanos, e que tudo o que me motive, seje realmente de coração, para agradar unicamente a Deus.

         como diz Santa Teresinha do Menino Jesus:

 

” A MIM NÃO IMPORTA AGRADAR AOS HOMENS, MAS ÚNICAMENTE À DEUS”

Anúncios

Jovens Vencestes o maligno

Posted in Formação on 21/11/2008 by Juliana

Jovens eu vos escrevi, porque sois fortes e a palavra de Deus permanece em vós, e vencestes o maligno. Não ameis o mundo, nem as coisas do mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai. Porque tudo o que há no mundo – a concupiscência da carne, dos olhos, e a soberba da vida não procede do Pai, mas do mundo. O mundo passa com as suas concupiscencias, mas quem cumpre a vontade de Deus permanece eternamente.

291_pj004jovensJoão nos exorta a não nos apegar-mos as coisas do mundo, porque elas passam, e todo aquele  que se apega as coisas passageiras se afasta do amor de Deus.

O encardido é astuto, e usa todas as armas para nos vencer, o mundo hoje, se apresenta para nós das formas mais atrativas possiveis, é a sociedade light. Onde tudo se resume ao mais fácil, hoje em dia é comum até as pessoas se dizerem Cristãs e adotarem a cultura do light, ou seja, a cultura do mais fácil.

Vou a missa aos domingos e acho que já fiz a minha parte!

Jovens, vencestes o maligno,nos diz João, e se o venceste não pode agora voltar a ser escravo daquilo que já venceste. É preciso lutar contra suas investidas, ser firmes na fé, inabaláveis como rocha.

O encardido se infiltra em nossas casas, família, sociedade, sem que nos demos conta disso! Acreditamos por estarmos numa geração adepta ao light, que é natural cada um cuidar da sua vida, sem se preocupar com os irmãos, é natural o sexo antes do casamento, é natural os métodos anticocepcionais! Sem que nos demos conta o encardido tenta nos vencer, e nós que já  o vencemos uma vez, pelo sague de Cristo derramado na cruz, caímos sem nos dar conta disso.

Juventude, é preciso adotar uma posição, e sermos firmes na decisão adotada. Somos CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS, não podemos nos deixar vencer, quando Cristo quiz se dar a nós numa cruz para nos salvar.

Todo aquele que é apegado as coisas do mundo, ao pecado , não está em Deus, e se afasta da salvação. Todo aquele que é a favor do aborto, da eutanásia, e de tudo que fere o direito da vida humana, se afasata da sua salvação.

Nós não podemos compactuar com essas atitudes imorais e anti cristãs. Jesus nos disse, que virá como um ladrão, sem avisar, e é preciso que estejamos SEMPRE preparados. Adote a posição de Cristão. Assuma a sua identidade de CRISTÃO, mas não de um Cristão light, seja um CRISTÃO DE VERDADE!

Um CRISTÃO que busca os sacramentos, um Cristão que defende a vida, um Cristão que ama a sua Igreja e não sente vergonha de ter fé. Não permita que a sociedade te imponha aquilo que ela bem quiser, seja firme na sua fé em Cristo e na sua Igreja. Pois todo aquele que tiver vergonha de Cristo, Ele se envergonhará também diante do Pai.

Eu assumo minha identidade de Cristã, Eu sou afavor da vida, e luto contra as investidas do encardido, a final não foi para ser escrava do pecado que Cristo me libertou na cruz, e se Ele me libertou eu não posso voltar a ser escrava deste pecado , que Ele já derrotou.

E você de que lado está?

 

Pense nisso!!

 

Somos Servos Fiéis ou Servos Inúteis?

Posted in Formação on 20/11/2008 by Juliana

“Todo aquele que TEM ser-lhe-á dado mais, e todo aquele que NÃO TEM ser-lhe-á tirado até o que possui. Quanto aos que  me odeiam, e que não me quiseram por rei, trazai-os e massacrai-os na minha presença.” Lc 19,26-27

                                                                                            Fico penmoedas13sando no que teriam refletido aqueles que naquela época ouviram Jesus contar essa parábola.

         Me veio no coração a Fé, em que nós temos colocado nossa fé, nossa esperança hoje! Nossa fé precisa ser cultivada para que cresça cada vez mais, não podemos simplesmente “enterra-la ou guardá-la num lenço” como fez o servo infiél, por medo do patrão, não cultivou seu talento, que pode ser interpretado de várias formas, como nossa “fé”, ou como um “dom” recebido de Deus. O Patrão era rigoroso, mas também era justo!

         Não podemos desperdiçar tempo colocando nossos esforços no lugar errado, esquecendo de cultivar o que nos foi dado por Deus, nossos Dons, nossa Fé, nossa Esperança, tudo isto teve ser empregado para o serviço do reino, na espera e confiança em Deus, pois o Senhor virá e nos pedirá contas das minas ou talentos, que Dele recebemos, e o que diremos nós?

       Será que nosso talentos multiplicaram ou será que simplesmente o enterramos e esperamos a volta do Patrão! Cuidado, pois se não exercitarmos, nossos Dons, nossa fé, como uma planta que não é cuidada acaba morrendo, também esses dons acabarão por morrer.

           Devemos cultivar nossa fé em Jesus, ainda que muitas vezes não tenhamos vontade devemos fazer nossa oração pessoal, é por meio dela, da leitura da palavra, da Santa Missa que o Espírito Santo age em nós, nos tornando capazes de exercitarmos as virtudes e os talentos recebidos de Deus, é isso que mantém aceso em nós a chama do amor de Deus, a nossa fé e nossa esperança. Se não alimentarmos ela morre, ou seja, como diz no evangelho, nos será tirada!      

         Sem nossa fé em Deus, na ressurreição o que nos resta? Em que poderemos colocar nossa esperança se não em Deus?

           Aqueles que não O aceitam, não O amam serão chamados  no dia em que o Senhor vier com Juíz, ou como diz no evangelho, quando o Patrão vier, e estes serão julgados segundo sua fé e suas obras, muitos se perderão infelizmente porque não creram Nele, não o aceitaram como “seu Rei”.

        É preciso dobrar os joelhos enquanto a tempo, pois Ele virá como um ladrão, sem avisar e é preciso que estajamos SEMPRE PRONTOS, sempre vigilantes, se não também nós pereceremos neste dia.

        Que nós possamos tomar consciencia de nossa fé, de nossas obras, e percebermos em que depositamos nossa esperança, será que nós como no evangelho não estamos nos rebelando contra o REI? Temos sido servos Fiéis ou Servos Inúteis? Será que temos cultivado nossa fé ou simplesmente a enterramos no fundo de nossas almas sem darmos atenção a ela? Nossos dons recebidos de graça das mãos do nosso REI será que exercitamos e os colocamos a serviço do Reino? Se o Senhor voltasse hoje, será que estariamos preparados ou seriamos pegos de surpresa?

      É preciso que nos atentemos para isto, o Reino de Deus está próximo e nós devemos estar SEMPRE preparados.

      Pense Nisso!

Que Deus nos abençoe

 

Deus é Luz e Nele não há trevas!!!

Posted in Formação on 18/11/2008 by Juliana

clamndo-o-espirito-santoDeus é luz e Nele não há trevas. Se dizemos ter comunhão com Ele, mas andamos nas trevas mentimos e não seguimos a verdade. ( 1 carta de São João 1,5-6)

          Creio que se andamos com Deus, somos conduzidos, por Ele, quer nos momentos de felicidade, quer nos momentos de dificuldade, e por sermos conduzidos por Ele que nossas reações nesses momentos são diferentes, ou pelo menos deveriam ser!!

          Devido ao “primeiro” pecado, nós nos sujeitamos a concupsencia do mesmo, nos tornamos mais “fracos”, por ele entrou o sofrimento, como uma forma de atenuar as nossas faltas, pois a princípio fomos criados para a felicidade, o sofrimento entro no mundo através do pecado.

         Mas mesmo com nossas faltas, nossos pecados, Jesus caminha conosco, com Cirineu, e esta é uma expressão que gosto muito de usar, como Cirineu Jesus nos ajuda a carregar nossa cruz, nossos sofrimentos, e por isso é possível a nós caminharmos na luz, mesmo com dificuldades.

         A luz de Cristo nos ajuda a buscarmos a santidade a cada dia, se nos dispomos a andarem sua companhia, seu Espírito vem em nosso auxílio, nos inspirando, fazendo que não nos separemos dessa luz que é Cristo.

         Por isso todo aquele que anda na luz de Cristo, ainda que com seus pecados, não pode ser confundido.

          Pois Deus nos faz andar na verdade, Ele nos traz para fora, nada fica oculto, nossas máscaras caem. Esse é o explendor de Sua Luz, a Verdade.

        Todo aquele que diz ter comunhão com Deus, mas anda nas trevas é mentiroso. É por meio de nossas obras, jestos, palavras, em fim nossas atitudes, que somos reconhecidos com filhos da Luz ou filho das trevas!

          Quem anda na luz não mente, reconhe suas limitações e pecados, e é sempre verdadeiro. Os filhos das trevas possuem “mil facetas”, os filhos da Luz possuem somente uma, e esta reflete o brilho da luz de Cristo.

         Sejamos sinceros conosco e com as pessoas, busquemos a cada dia andarmos na companhia de Jesus irrandiando sua luz.

 

Pense Nisso!

Para refletirmos essa luz de Cristo, é necessário que o busquemos de todo o coração, que frequentemos os sacramentos, pois só atraves deles alcançamos Jesus.

Deus abençoe!