Tragam-me Uma Pessoa Normal e Eu Reconhecerei Minha Loucura!

um-mimoOntem na aula, final do dia, cansada, falando só bobiça, derrepente um amigo diz para uma professora: – “nós precisamos “arranjar” um psicólogo para essa guria! (eu)”

Eu comecei a rir, mas também a pensar mais profundamente sobre o assunto : normal x loucura; foi então que veio na minha mente essa frase: Tragam-me uma pessoa 100% normal, e eu reconhecerei a minha loucura!

O que é ser normal afinal? Existe alguém 100% normal?

Comecei a pensar e me corrijam se eu estiver errada, mas, o normal é um padrão imposto pela sociedade, ou, por alguém! Será que esse alguém era normal? Porque se ele não fosse seriamos loucos sem saber, apesar de vivermos numa “loucura organizada”, pois seguimos todos um “mesmo padrão” ou regras, sei lá como chamar isso, como num hospital psiquiátrico, para os “loucos” lá, os loucos somos nós, por agir diferente deles, ou por não vermos as coisas do jeito que eles veem!

Tá certo, reconheço sim e não abro mão das regras e da moralidade, pois sem elas viveriamos no caos. Mas isso de ética e moral é algo introjetado,”todo mundo” sabe quando quer fazer algo errado, pois sua “consciência” já o alerta, por isso os títulos: “mentira, proibido, escondido”, porque sabe-se que é errado e depois de uma certa altura da nossa vida, ninguém precisa nos dizer isso! Está errado!ou, Está certo! Já sabemos.

Eu digo que, se de fato sou “louca”, minha loucura consciste em fazer o certo ou o certo, porém, de um jeito diferente. 

Ou seja, o certo do jeito normal e chato, porque todo mundo faz igual e se comporta igual, ou o certo do jeito louco, diferente, mas que chama a atenção e leva as pessoas a refletirem sobre suas vidas, por vezes monótona de tantas atitudes padronizadas, robotizadas, as vezes se agi até sem si perceber, a vida perde o gosto por tanta normalidade.

Às vezes é bom esquecer os padrões e ser feliz, agir certo, de um jeito louco, sem se preocupar com os rótulos que poderemos receber, afinal, como dizia meu amigo Charles Chaplin, “A vida é uma peça de teatro, que não permite ensaios”!!!

Então, improvise sem medo de ser louco, seja feliz, é isso que importa!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: